quinta-feira, 30 de setembro de 2010

SANTOS, A MAIS BELA CIDADE DO ESTADO

A cidade de SANTOS, conhecida mundialmente como sede do time do mesmo nome, na Vila Belmiro (ou Vila Famosa), é também celeiro de grandes talentos da musica. do teatro e dos esportes brasileiros, como Charles Brown Junior, Karametade, Ney Latorraca, Nuno Leal Maia, Alexandre Borges, Paulo Vilhena, Bete Mendes, Lolita Rodrigues, Graziela Moretto, Oscar Magrini, Analú Prestes, Silvia Salgado, Jandira Martini, Sérgio Mamberti, Plínio Marcos, Charles Moeller, Rogério Sampaio, Leandro Guilheiro, Fabio Goulart e muitos outros, mas principalmente é um município portuário localizado no litoral do estado de São Paulo, sede da Região Metropolitana da Baixada Santista. Abriga o maior porto da América Latina, o qual é o principal responsável pela dinâmica econômica da cidade ao lado do turismo, da pesca e do comércio. A cidade é sede do poder executivo paulista em todo dia 13 de junho (Capital simbólica de São Paulo) e também é sede de diversas instituições de ensino superior.

Santos possui uma economia crescente. A cidade é uma das mais ricas do país, com PIB de R$ 19 704,88 bilhões. Durante um bom tempo, sua economia centrou-se na comercialização do café (que também era a principal fonte de riqueza do país), abrigando no centro da cidade a Bolsa Oficial do Café, importante centro de negócios do mercado cafeeiro inaugurada em 1922, e que resultou no atual Museu do Café, espaço que promove exposições sobre a trajetória do produto pelo Brasil e pela cidade e que é decorado com obras do artista Benedito Calixto.

Confira o vídeo VIAJANDO, com Caio Fernandes, sobre a cidade de Santos (Parte I)



Maior cidade do litoral paulista, durante todo o ano o turismo em Santos cresce em altos índices. O principal cartão postal do município são os 7 km de praias. O Livro dos Recordes situa os jardins da orla de Santos como formadores do maior jardim frontal de praia em extensão do mundo. A preservação e o cuidado com a flora do ambiente praiano santista, permeado de palmeiras e amendoeiras, são resultados de um trabalho em conjunto dos departamentos de meio-ambiente da região muitas vezes ligados à universidades ou à instituições biológicas. Em 2009, Santos contava com 417 098 habitantes, segundo estimativas do IBGE.

O PNUD 2000 posicionou a cidade de Santos em sexto lugar na Lista dos municípios brasileiros por IDH, e em terceiro lugar na Lista dos municípios de São Paulo por IDH.] Santos é uma das cidades mais antigas do país e de grande valor histórico por acompanhar o crescimento e a evolução do Brasil em seus primeiros anos de colônia até os dias atuais, surgindo como um município de valor cosmopolita, portuário, ecológico e cultural.

Confira video VIAJANDO, com Caio Fernandes, sobre a cidade de Santos (Parte II)




Além de toda a sua beleza natural de sete kilometros de praias ajardinadas, limpas e bem cuidadas, conta com um comércio pujante, uma vida cultural vibrante e muitos eventos esportivos, nacionais e internacionais durante todo o ano, proporcionando aos seus moradores e visitantes muitas atividades para entretenimento e lazer. É uma das cinco cidades brasileiras com a melhor qualidade de vida, comparável a qualquer uma da Europa.

Conta com diversos shoppings para compras (Praiamar, Miramar, Parque Balneário e Pátio Iporanga), teatros (Municipal, Coliseu, Guarani e SESC), dezenas de salas de cinemas, museus, pinacoteca, horto florestal, orquidário, aquário e um preservado e importante Centro Histórico.

Enfim, Santos é uma cidade para visitar e curtir muitas e inesquecíveis atrações, desfrutando além das suas belezas e atrações, um povo lindo, simpático e hospitaleiro.

Se você gostou dessa postagem, visite também:

02/06/10 - Pré Sal e os novos tempos em Santos
16/07/10 - Costa da Mata Atlântica, um paraiso tropical

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

BULLYING, VOCÊ SABE O QUE É?

BULLYING é um termo em inglês utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo valentão ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(es) de se defender. Também existem as vítimas/agressoras, ou autores/alvos, que em determinados momentos cometem agressões, porém também são vítimas de bullying pela turma.



CARACTERIZAÇÃO DO BULLYING

No uso coloquial entre falantes de língua inglesa, bullying é frequentemente usado para descrever uma forma de assédio interpretado por alguém que está, de alguma forma, em condições de exercer o seu poder sobre alguém ou sobre um grupo mais fraco. O cientista sueco - que trabalhou por muito tempo em Bergen (Noruega) - Dan Olweus define bullying em três termos essenciais:

1. o comportamento é agressivo e negativo;
2. o comportamento é executado repetidamente;
3. o comportamento ocorre num relacionamento onde há um desequilíbrio de poder entre as partes envolvidas.

O bullying divide-se em duas categorias:

1. bullying direto;
2. bullying indireto, também conhecido como agressão social

O bullying direto é a forma mais comum entre os agressores (bullies) masculinos. A agressão social ou bullying indireto é a forma mais comum em bullies do sexo feminino e crianças pequenas, e é caracterizada por forçar a vítima ao isolamento social. Este isolamento é obtido através de uma vasta variedade de técnicas, que incluem:

• espalhar comentários;
• recusa em se socializar com a vítima
• intimidar outras pessoas que desejam se socializar com a vítima
• criticar o modo de vestir ou outros aspectos socialmente significativos (incluindo a etnia da vítima, religião, incapacidades etc).

O bullying pode ocorrer em situações envolvendo a escola ou faculdade/universidade, o local de trabalho, os vizinhos e até mesmo países.

Qualquer que seja a situação, a estrutura de poder é tipicamente evidente entre o agressor (bully) e a vítima. Para aqueles fora do relacionamento, parece que o poder do agressor depende somente da percepção da vítima, que parece estar a mais intimidada para oferecer alguma resistência. Todavia, a vítima geralmente tem motivos para temer o agressor, devido às ameaças ou concretizações de violência física/sexual, ou perda dos meios de subsistência.

A legislação jurídica do estado de São Paulo define bullying como atitudes de violência física ou psicológica, que ocorrem sem motivação evidente praticadas contra pessoas com o objetivo de intimidá-las ou agredí-las, causando dor e angústia.

Os atos de bullying configuram atos ilícitos, não porque não estão autorizados pelo nosso ordenamento jurídico mas por desrespeitarem princípios constitucionais (ex: dignidade da pessoa humana) e o Código Civil, que determina que todo ato ilícito que cause dano a outrem gera o dever de indenizar. A responsabilidade pela prática de atos de bullying pode se enquadrar também no Código de Defesa do Consumidor, tendo em vista que as escolas prestam serviço aos consumidores e são responsáveis por atos de bullying que ocorram nesse contexto.

Confira video do JORNAL NACIONAL sobre BULLYING (Parte I)



CARACTERÍSTICAS DOS BULLIES

Pesquisas indicam que adolescentes agressores têm personalidades autoritárias, combinadas com uma forte necessidade de controlar ou dominar. Também tem sido sugerido que um deficiente em habilidades sociais e um ponto de vista preconceituoso sobre subordinados podem ser fatores de risco em particular. Estudos adicionais têm mostrado que enquanto inveja e ressentimento podem ser motivos para a prática do bullying, ao contrário da crença popular, há pouca evidência que sugira que os bullies sofram de qualquer déficit de auto-estima. Outros pesquisadores também identificaram a rapidez em se enraivecer e usar a força, em acréscimo a comportamentos agressivos, o ato de encarar as ações de outros como hostis, a preocupação com a auto-imagem e o empenho em ações obsessivas ou rígidas. É freqüentemente sugerido que os comportamentos agressivos têm sua origem na infância:
"Se o comportamento agressivo não é desafiado na infância, há o risco de que ele se torne habitual. Realmente, há evidência documental que indica que a prática do bullying durante a infância põe a criança em risco de comportamento criminoso e violência doméstica na idade adulta."

O bullying não envolve necessariamente criminalidade ou violência. Por exemplo, o bullying frequentemente funciona através de abuso psicológico ou verbal.




TIPOS DE BULLYING

Os bullies usam principalmente uma combinação de intimidação e humilhação para atormentar os outros. Abaixo, alguns exemplos das técnicas de bullying:
• Insultar a vítima; acusar sistematicamente a vítima de não servir para nada.
• Ataques físicos repetidos contra uma pessoa, seja contra o corpo dela ou propriedade.
• Interferir com a propriedade pessoal de uma pessoa, livros ou material escolar, roupas, etc, danificando-os
• Espalhar rumores negativos sobre a vítima.
• Depreciar a vítima sem qualquer motivo.
• Fazer com que a vítima faça o que ela não quer, ameaçando a vítima para seguir as ordens.
• Colocar a vítima em situação problemática com alguém (geralmente, uma autoridade), ou conseguir uma ação disciplinar contra a vítima, por algo que ela não cometeu ou que foi exagerado pelo bully.
• Fazer comentários depreciativos sobre a família de uma pessoa (particularmente a mãe), sobre o local de moradia de alguém, aparência pessoal, orientação sexual, religião, etnia, nível de renda, nacionalidade ou qualquer outra inferioridade depreendida da qual o bully tenha tomado ciência.
• Isolamento social da vítima.
• Usar as tecnologias de informação para praticar o cyberbullying (criar páginas falsas sobre a vítima em sites de relacionamento, de publicação de fotos etc).
• Chantagem.
• Expressões ameaçadoras.
• Grafitagem depreciativa.
• Usar de sarcasmo evidente para se passar por amigo (para alguém de fora) enquanto assegura o controle e a posição em relação à vítima (isto ocorre com freqüência logo após o bully avaliar que a pessoa é uma "vítima perfeita").
• Fazer que a vitima passe vergonha na frente de varias pessoas

Confira vídeo do JORNAL NACIONAL sobre BULLYING (Parte II)



LOCAIS DE BULLYING

O bullying pode acontecer em qualquer contexto no qual seres humanos interajam, tais como escolas, universidades, famílias, entre vizinhos e em locais de trabalho.

Saiba mais:

http://www.bullying.com.br/
http://www.diganaoaobullying.com.br/


Se você gostou dessa postagem, leia também:

11/08/10 - Ramadan, o que você conhece?
10/08/10 - Reencarnação, o que você conhece?
15/11/10 - Transtorno Bipolar do Humor, você sabe o que é?


Fonte: Wikipédia

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

GONZAGUINHA, SAUDADES DE VOCÊ!

Luiz Gonzaga do Nascimento Júnior, mais conhecido como GONZAGUINHA, nasceu no Rio de Janeiro, em 22 de setembro de 1945 ( se estivesse vivo, hoje estaria fazendo 65 anos) — Faleceu em Renascença, dia 29 de abril de 1991, com 45 anos e foi um dos maiores cantor e compositor do Brasil. Uma perda irreparável para a musica popular brasileira.

Gonzaguinha era filho do também cantor e compositor Luiz Gonzaga do Nascimento e de Odaleia Guedes dos Santos, cantora do Dancing Brasil, que morreu de tuberculose ,aos 46 anos. Acabou sendo criado pelos padrinhos Dina e Xavier.






Confira vídeo GONZAGUINHA, cantando LINDO LAGO DO AMOR




Compôs a primeira canção "Lembranças da Primavera" aos catorze anos, e em 1961, com 16 anos foi morar em Cocotá com o pai para estudar. Voltou para o Rio de Janeiro para estudar Economia, pela Universidade Cândido Mendes Ari Fontera. Na casa do psiquiatra Aluízio Porto Carrero, conheceu e se tornou amigo de Ivan Lins. Conheceu também a primeira mulher, Ângela, com quem teve dois filhos: Daniel e Fernanda. Teve depois uma filha com a atriz Sandra Pêra: a atriz Amora Pêra.

Foi nessa convivência na casa do psiquiatra, que fundou o Movimento Artístico Universitário (MAU), com Aldir Blanc, Ivan Lins, Márcio Proença, Paulo Emílio e César Costa Filho. Tal movimento teve importante papel na música popular do Brasil nos anos 70 e em 1971 resultou no programa na TV Globo Som Livre Exportação.

Característico pela postura de crítica à ditadura, submeteu-se ao DOPS, assim, das 72 canções mostradas, 54 foram censuradas, entre as quais o primeiro sucesso, Comportamento Geral. Neste início de carreira, a apresentação agressiva e pouco agradável aos olhos da mídia lhe valeram o apelido de "cantor rancor", com canções ásperas, como Piada infeliz e Erva. Com o começo da abertura política, na segunda metade da década de 1970, começou a modificar o discurso e a compor músicas de tom mais aprazível para o público da época, como Começaria tudo outra vez, Explode Coração e Grito de alerta, e também temas de reggae, como O que é o que é' e Nem o pobre nem o rei.

As composições foram gravadas por muitos dos grandes intérpretes da MPB, como Maria Bethânia, Simone, Elis Regina (Redescobrir ou Ciranda de Pedra), Fagner, e Joanna. Dentre estas, destaca-se Simone com os grandes sucessos de Sangrando, Mulher, e daí e Começaria tudo outra vez, Da maior liberdade, É, Petúnia Resedá.

Em 1975 dispensou os empresários e se tornou um artista independente, o que fez em 1986, fundar o selo Moleque, pelo qual chegou a gravar dois trabalhos.

Nos últimos doze anos de vida, Gonzaguinha viveu em Belo Horizonte com a segunda mulher Louise Margarete Martins—Lelete e a filha deles, a caçula Mariana.
Morte

Após uma apresentação em Pato Branco, no Paraná, Gonzaguinha morreu aos 45 anos vítima de um acidente automobilístico às 07:30h do dia 29 de abril de 1991, entre as cidades de Renascença e Marmeleiro, enquanto dirigia o automóvel rumo a Francisco Beltrão, depois ia a Foz do Iguaçu. Este trágico acidente encerrou de forma repentina a sua brilhante carreira.

Confira vídeo GONZAGUINHA cantando O QUE É, O QUE É?



Maiores Sucessos:

• 1973 - Comportamento Geral
• 1976 - Chão, Pó, Poeira
• 1976 - Sangrando
• 1977 - Espere Por Mim, Morena
• 1979 - A Vida Do Viajante (Com Luiz Gonzaga)
• 1980 - Ponto De Interrogação
• 1980 - Começaria Tudo Outra Vez
• 1982 - O Que É O Que É?
• 1982 - Ser, Fazer, Acontecer
• 1983 - Feliz
• 1984 - Lindo Lago Do Amor
• 1984 - Nem O Pobre Nem O Rei
• 1986 - Mamão Com Mel
• 1988 - É
• 1989 - De Volta Ao Começo
• 1991 - Avassaladora
• 1994 - Grito De Alerta
• 2007 - E Vamos À Luta (tema de abertura da novela Duas Caras, da Rede Globo) (originalmente gravada em 1980)

Discografia:

• Parada obrigatória para pensar, (1970), Compacto Simples Forma/Philips
• Um abraço terno em você, viu mãe, (1970), Compacto Simples Forma/Philips
• Africasiamerica/Por um segundo, (1971), Compacto Simples Forma/Philips
• Felícia/Plano sensacional/Sanfona de prata, (1971), Compacto Duplo Forma/Philips
• Comportamento geral/Um sorriso nos lábios, (1972), Compacto Simples Odeon
• Luiz Gonzaga Jr. (1973), LP/CD Odeon
• Luiz Gonzaga Jr. (1974), LP/CD Odeon
• Os senhores da terra (antologia 1975), LP Museu da Imagem e do Som
• Plano de vôo, (1975), LP/CD EMI/Odeon
• Começaria tudo outra vez, (1976),LP/CD EMI/Odeon
• Moleque Gonzaguinha (1977), LP/CD EMI/Odeon
• Recado, (1978), LP/CD EMI/Odeon
• Gonzaguinha da vida, (1979), LP/CD EMI/Odeon
• De volta ao começo, (1980), LP/CD EMI/Odeon
• A vida do viajante. Com Luiz Gonzaga, (1981), LP/CD EMI/Odeon
• Coisa mais maior de grande pessoa, (1981), LP/CD EMI/Odeon
• Caminhos do coração, (1982), LP/CD EMI/Odeon
• "Alô, alô Brasil", (1983), LP/CD EMI/Odeon
• Grávido, (1984), LP/CD EMI/Odeon;
• Olho de lince/trabalho de parto, (1985), LP/CD EMI/Odeon
• Geral, (1987), LP EMI/Odeon
• Corações marginais, (1988), LP Moleque/WEA
• Luisinho de Gonzaga, (1990), LP WEA/Moleque
• Cavaleiro solitário, (1993), LP/CD Som Livre
• Luiz Gonzaga Jr. - Gonzaguinha, (2001), CD Universal Music

Se você gostou dessa postagem, leia também:

29/06/10 - Plinio Marcos, um escritor maldito
06/07/10 - Dina Sfat, Saudades de você!
09/11/10 - Dzi Croquettes, Saudades de você!


Fonte: Wikipédia

terça-feira, 21 de setembro de 2010

A ESCRAVIDÃO NÃO ACABOU

A ESCRAVIDÃO, também conhecida como escravismo ou escravatura, foi a forma de relação social de produção adotada, de uma forma geral, no Brasil desde o período colonial até o final do Império. A escravidão no Brasil é marcada principalmente pelo uso de escravos vindos do continente africano, mas é necessário ressaltar que muitos indígenas foram vítimas desse processo.

Os escravos foram utilizados principalmente em atividades relacionadas à agricultura – com destaque para a atividade açucareira – e na mineração, sendo assim essenciais para a manutenção da economia. Alguns deles desempenhavam também vários tipos de serviços domésticos e/ou urbanos.

A escravidão só foi oficialmente abolida no Brasil com a assinatura da Lei Áurea, em 13 de maio de 1888. No entanto, o trabalho compulsório e o tráfico de pessoas permanecem existindo no Brasil atual, a chamada escravidão moderna, que difere substancialmente da anterior.

TRABALHO ESCRAVO AINDA É UMA REALIDADE NA CIDADE DE SÃO PAULO

Imigrantes latino-americanos em situação ilegal no Brasil são vítimas de trabalho escravo na maior cidade do país. Bolivianos, paraguaios, peruanos e chilenos compõem um "exército" de mão-de-obra barata e abundante na capital paulista.

Os preços baixos de roupas em ruas como a José Paulino ou a Oriente que tanto atraem os consumidores do varejo e do atacado muitas vezes são obtidos através da redução dos custos no processo de produção. A maior parte dos funcionários utilizados na confecção dessas roupas é composta por imigrantes latino-americanos em situação ilegal no Brasil. Bolivianos, paraguaios, peruanos, chilenos compõem um verdadeiro exército de mão-de-obra barata e abundante em São Paulo. Saem de seus países de origem em busca de uma vida melhor em solo brasileiro, fugindo da miséria. Das comunidades latino-americanas na capital paulista, os bolivianos destacam-se por constituir a mais numerosa. Além disso, encontram-se nas situações mais graves de exploração e degradação do trabalho humano.

ESTATÍSTICAS PRECÁRIAS

As autoridades brasileiras não têm números precisos que permitam quantificar esses trabalhadores. O Centro Pastoral do Migrante – entidade ligada à Igreja Católica que fornece apoio aos imigrantes no país e que é considerada uma das maiores especialistas no tema – estima que existam hoje, na capital paulista, de 600 mil a 700 mil latino-americanos, dos quais 40% em situação irregular. A população total estimada do município de São Paulo em 2004, de acordo com o IBGE, é de 10, 8 milhões de pessoas.

O Estatuto do Estrangeiro (Lei nº 6.815, de 19 de agosto de 1980) veda aos estrangeiros com visto de turista, temporário ou de trânsito, o exercício de qualquer atividade remunerada. Exceção é feita quando o estrangeiro tem uma comprovação da entidade que o contratou. Como este não é o caso dos imigrantes latino-americanos que vêm trabalhar ilegalmente nas oficinas de costura em São Paulo, o trabalho deles é considerado, pela legislação brasileira, um trabalho ilícito, ilegal. Dessa forma, não recebem qualquer direito trabalhista e não podem reivindicar nada quando a força-tarefa faz uma diligência e liberta os imigrantes.

O Filme La Amistad: o direito à liberdade, mostra muito bem a dor de viver essa dramática situação.

Confira vídeo LA AMISTAD – cenas do filme com poema NAVIO NEGREIRO de Castro Alves musicado por CAETANO VELOSO




TEMÁTICA

Em 1839 dezenas de africanos a bordo do navio negreiro espanhol La Amistad matam a maior parte da tripulação e obrigam os sobreviventes a leva-los de volta à África.

Enganados, desembarcam na costa leste dos Estados Unidos, onde, acusados de assassínios, são presos, iniciando um longo e polêmico processo, num período onde as divergências internas do país entre o norte abolicionista e o sul escravista, caracterizavam o prenúncio da Guerra de Secessão.

CONTEXTO HISTÓRICO

O filme mostra o processo de julgamento de negros nos Estados Unidos, 22 anos antes do início da Guerra Civil, num contexto marcado pelo expansionismo em direção ao Oeste e pelo acirramento das divergências do norte protecionista, industrial e abolicionista, com o sul livre-cambista, agro-exportador e escravista.

Na passagem do século XVIII para o XIX, os Estados Unidos recém-independentes formavam uma pequena nação, que se estendia entre a costa do Atlântico e o Mississipi. Após a independência, o expansionismo para o Oeste foi justificado pelo princípio do "Destino Manifesto", que defendia serem os colonos norte-americanos predestinados por Deus a conquistar os territórios situados entre os oceanos Atlântico e Pacífico. A crescente densidade demográfica, a construção de uma vasta rede ferroviária iniciada em 1829 e a descoberta de ouro na Califórnia em 1848, também representaram um estímulo para conquista do Oeste.

A ação diplomática dos Estados Unidos foi marcada por um grande êxito nas primeiras décadas do século XIX, quando através de negociações bem sucedidas os Estados Unidos adquirem os territórios da Lousiana (França), Flórida (Espanha), além do Oregon (Inglaterra) e até o Alasca da Rússia, após a Guerra de Secessão.

Em 1845, colonos norte-americanos proclamaram a independência do Texas em relação ao México, iniciando-se a Guerra do México (1845-48), na qual a ex-colônia espanhola perdia definitivamente o Texas, além dos territórios do Novo México, Califórnia, Utah, Arizona, Nevada e parte do Colorado. Destaca-se ainda a incorporação de terras indígenas, através de um verdadeiro genocídio físico e cultural dos nativos.

O intenso crescimento do país, acompanhado de uma grande corrente de imigrantes europeus atraídos pela facilidade de adquirir terras, torna ainda mais flagrante, o antagonismo entre o norte e o sul. No norte, o capital acumulado durante o período colonial, criou condições favoráveis para o desenvolvimento industrial cuja mão-de-obra e mercado encontravam-se no trabalho assalariado. A abundância de energia hidráulica, as riquezas minerais e a facilidade dos transportes contribuíram muito para o progresso da região, que defendia uma política econômica protecionista. Já o sul, de clima seco e quente permaneceu estagnado com uma economia agro-exportadora de algodão e tabaco baseada no latifúndio escravista. Industrialmente dependente, o sul era ferrenho defensor do livre-cambismo, mais um contraponto com o norte protecionista.

Essas divergências tornam-se praticamente irreconciliáveis com a eleição do abolicionista moderado Abraham Lincoln em 1860, resultando no separatismo sulista, iniciando-se assim em 1861 a maior guerra civil do século XIX, a Guerra de Secessão, também conhecida como "Guerra Civil dos Estados Unidos", que se estendeu até 1865 deixando um saldo de 600 mil mortos.

ATUALMENTE, PRECONCEITO RACIAL PÕE BRASIL E ESTADOS UNIDOS EM PÉ DE IGUALDADE

O abismo em termos de desenvolvimento econômico que separa os Estados Unidos do Brasil é mínimo quando o assunto é inclusão social da população negra. Em ambos os países, o racismo ainda é um fator de risco seja no acesso à educação de qualidade, ao trabalho e remuneração e mesmo no atendimento no sistema de saúde.

O último relatório da Organização Internacional do Trabalho (OIT), "A Hora da Igualdade no Trabalho", divulgado no dia 12 de maio de 2010, mostra que apesar de avanços em alguns indicadores sociais, no Brasil, a situação de desemprego persiste na população negra: a renda mensal de um trabalhador negro é 50% inferior a do branco.

Nos EUA, para cada dólar pago a um branco, um negro recebe o equivalente a 40% desse valor. De acordo com os Indicadores Sócio-econômicos do Censo norte-americano sobre a década de 90, 10% da população branca vivia na pobreza, contra 29,5% da negra.
No Brasil,estudo realizado pela Comissão de Políticas Públicas para a População Negra (CPPN), durante o período de matrícula do segundo semestre de 2009, revelou que apenas 1,3% dos alunos de graduação da Universidade de São Paulo (USP) são negros.

Ou seja, se não há mais escravidão, continua havendo o preconceito que exclui negros e imigrantes ilegais, tornando-os membros inferiores na nossa nação. O Governo precisa rever suas políticas de integração social, não com programas assistencialistas, tipo Bolsa Família, mas com políticas de qualificação voltadas ao mercado de trabalho, possibilitando que no Brasil, todos sejam cidadãos de primeira classe, independentes da sua origem, raça, cor, sexo, religião ou de qualquer outro segmento.


“Todo homem é igual em dignidade e direitos”.

Se você gostou dessa reportagem, leia também:

02/06/10 - Celso Daniel, quando vai surgir a verdade ?
29/10/10 - A corrupção endêmica no Brasil....
09/11/10 - Os maiores desafios de Dilma Rousseff para o crescimento do Brasil...


Fontes:
http://culturadaescola.spaces.live.com/blog/cns!F84AF64E083E5A6B!335.entry?sa=628099917

sábado, 18 de setembro de 2010

BRASIL É O MAIOR EXPORTADOR DE PROSTITUTAS PARA A EUROPA

Após ser descoberto por Portugal em 1500, foi somente em 1808 que o Brasil obteve uma autorização do governo colonial Português para definir as suas primeiras fábricas e fabricantes. No século XXI, o Brasil atingiu a posição de 8ª maior economia do mundo. Se no início, a lista de exportações era basicamente de matérias-primas e bens primitivos, como o açúcar, borracha e ouro, hoje 84% das exportações é constituída de produtos manufaturados e semimanufaturados, além de, acreditem ou não, homens e mulheres para trabalhar na PROSTITUIÇÃO de paises europeus, principalmente.

Mulheres que escolhem países da Europa. Principalmente Itália, Portugal e Espanha para estudar, fazer negócios ou simplesmente mudar de ares têm que provar o tempo todo que não estão lá para se prostituir ou arrumar marido.

São situações como essas que as brasileiras têm enfrentado no dia-a-dia em Portugal, Itália e na Espanha. Não faz diferença nem o grau de formação, nem a qualificação profissional, nem mesmo o tipo físico. No imaginário europeu, a mulher brasileira é livre, sensual, não mede esforços para atingir seus objetivos e não vê barreiras que a impeçam de trocar de par se ela não está feliz. Essa lista de atributos atesta que estamos falando de uma mulher bem-resolvida e dona de si, mas na Europa tem sido sinônimo de mulher volúvel, infiel, cidadã nada confiável.

Confira video – Vivendo em Portugal






Salário em euro e ilusão de viver na Europa atrai homens e mulheres

Estimativas da Organização Internacional de Migrações (IOM), agência ligada à ONU, apontam quase 75 mil prostitutas brasileiras trabalhando hoje na Europa. E esse número só cresce. “Espanha, Portugal, Holanda, Suíça, Alemanha, Itália e Áustria são os principais destinos”, diz a entidade. E o total de mulheres que deixam o Brasil é bem superior ao de homens. Na Itália, dos 19 mil brasileiros vivendo legalmente no País em 2000, 14 mil eram mulheres. O número elevado de prostitutas contribui para a diferença.

Dados do governo espanhol apontam existência de 1,8 mil prostitutas brasileiras no país e 32 rotas de tráfico de mulheres. Muitas usam Portugal como porta de entrada e praticamente todas chegam ao continente com documentos falsos.

Reportagem do jornal escocês Scottish Daily Record apontou envolvimento de cerca de cem gangues e grupos mafiosos no tráfico de sul-americanas à Europa. E, uma vez lá, elas são mantidas, até de forma violenta por causa de dívidas, pelos agentes que facilitaram suas viagens.

O número de brasileiras é tão grande que algumas chegam a cargos de chefia em associações locais. Edna da Silva foi eleita recentemente integrante do Comitê Executivo da Aspasie, entidade que luta pelos interesses das prostitutas em Genebra. “Tenho 49 anos e saí do Brasil com 20 para trabalhar na indústria do sexo. Nunca vi tanta brasileira trabalhando no ramo como agora. Há uma leva impressionante.”

Algumas chegam a montar casas de prostituição. Em Zurique, um edifício de três andares no bairro do Paquis é ocupado por 40 brasileiras. Elas pagam aluguel simbólico pelos quartos e têm alimentação no local - uma cozinheira baiana garante feijoada aos sábados. Mas são obrigadas a deixar pelo menos metade do que recebem nas mãos da dona, um travesti.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o tráfico de pessoas para exploração sexual transformou-se num dos negócios mais rentáveis do mundo - US$ 28 bilhões por ano. Em breve, uma campanha suíça combaterá o tráfico de latino-americanas. Segundo a imprensa local, elas estariam sendo contratadas por R$ 100 mil para casar com supostos terroristas de Bangladesh para garantir-lhes visto. A denúncia foi feita por uma ex-prostituta brasileira.

Confira vídeo – Tráfico sexual de brasileiras e brasileiros na Itália



Em Portugal, brasileiras são maioria nas boates

Elas representaram 79,5% das 3.071 mulheres flagradas entre 2003 e 2007 em pontos de prostituição

A oferta às vezes é para garçonete em bares e cafés de Portugal. Ou pode ser mais direta: ser prostituta numa “casa de alterne” - nightclubs e boates de strip-tease - ou num apartamento alugado em Lisboa, Porto ou cidades pequenas, como Braga, perto da Espanha.

As brasileiras vêm de diversos Estados. Atraídas por ofertas de até 3 mil (R$ 8,4 mil), aceitam as condições dos recrutadores. A maioria é enganada. Sabe que trabalhará na prostituição, mas desconhece condições. Muitas sofrem maus-tratos e não recebem o valor combinado. A passagem é paga por alguém da rede e chega a custar o triplo. Em muitos casos, o empréstimo vira dívida incalculável. Passaportes são confiscados até o pagamento da dívida, embora essa prática tenha diminuído, pois a fiscalização passou a associar falta do documento à exploração sexual.

Entre 2003 e o primeiro semestre de 2007, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de Portugal averiguou 3.071 mulheres em pontos de prostituição. Do total, 79,5% eram brasileiras. Estudo do Centro de Estudos Sociais (CES), da Universidade de Coimbra, realizado a partir de processos judiciais e de Órgãos de Investigação Criminal, mostrou que brasileiras são a maioria das vítimas de tráfico sexual em Portugal, seguidas por romenas e russas. E têm o seguinte perfil: solteira, 22 a 30 anos, nível médio de instrução e emprego anterior no setor terciário.

A rota começa em Estados do Nordeste ou em Goiás, Rio ou Rio Grande do Sul. As vítimas saem pelos aeroportos do Rio ou São Paulo e desembarcam em Madri, Paris e, em menor número, aeroportos alemães e italianos. São orientadas a pegar ônibus ou vôo a Vigo, a 130 km do Porto, cidade espanhola na fronteira, onde um taxista ou alguém da rede irá buscá-la. Cruzam a fronteira de Portugal com visto de turista e vão parar nos apartamentos ou nightclubs.

Confira vídeo – Mulher brasileira em Portugal



Lucro e baixo risco atraem traficantes de mulheres

O tráfico de pessoas é definido pela ONU como “recrutamento, transporte, transferência, abrigo ou recebimento de pessoas, por meio de ameaça ou uso de força ou outras formas de coerção, de rapto, fraude ou engano”. O problema das mulheres traficadas na Europa não é recente. Desde a globalização dos mercados econômicos, a liberalização das fronteiras entre países membros e o colapso da União Soviética, no início dos anos 90, o problema se agravou. “Elas vêm geralmente de ambientes fragilizados, do ponto de vista econômico, mas também familiar. Seja do Brasil ou do Leste Europeu”, afirma Luís Santos, psicólogo social e pesquisador do Centro das Minorias da Universidade Fernando Pessoa, no Porto. 'Num certo sentido, podemos dizer que o tráfico de mulheres é mais rentável do que o tráfico de armas ou drogas porque as mulheres, contrariamente às drogas, são vendidas e revendidas várias vezes', diz a pesquisadora Madalena Duarte, da Universidade de Coimbra.

O baixo risco é também apontado por estudiosos como atrativo aos criminosos, sendo difícil às autoridades caracterizar a infração, porque não há um produto do tráfico e sim vítimas, em que em diversos casos o testemunho é a prova mais importante.

Os criminosos sustentam uma rede que liga empresários da noite, pequenos grupos donos de apartamentos alugados para prostituição e recrutadores em vários países.


Confira video – Tráfico sexual de brasileiras na Espanha




Turismo Sexual no Brasil

E, para piorar ainda a nossa imagem no exterior o Brasil é uma das rotas preferenciais do turismo sexual no mundo. Despontou como destino entre as décadas de 1980 e 1990, quando o mercado asiático começou a ficar saturado. Até hoje, no entanto, a Ásia lidera como o principal destino de turismo sexual do globo, com destaque para a Tailândia, altamente problemática. Em seguida vêm América Central, Caribe e América do Sul. Entre os principais destinos do turismo sexual no continente americano estão México, Cuba e Brasil.

Uma pesquisa patrocinada pela OMT e divulgada em 2005 revelou o perfil do turista sexual que vem ao Brasil. Ele é na maioria das vezes de classe média, tem entre 20 e 40 anos de idade, viaja desacompanhado ou com outros homens. Italianos, portugueses, holandeses e norte-americanos lideram o ranking dos turistas sexuais. Em menor número aparecem os ingleses, alemães e latino-americanos. Foram entrevistadas 1.400 pessoas para o levantamento, entre garotas de programa brasileiras e turistas sexuais.

E, para finalizar, o carnaval brasileiro, conhecido e muito divulgado no mundo todo, expõe nossas mulheres nuas ou seminuas desfilando pelas passarelas do samba, fazendo crer aos olhares dos estrangeiros, que todo o resto da população de mulheres do nosso país são fáceis, levianas, vulgares e interesseiras.

Que triste o retrato das nossas mulheres no exterior!

Nessa postagem, para o artigo não ficar demasiado longo, evitei falar da PROSTITUIÇÃO MASCULINA, mas recentemente, por exemplo, a polícia espanhola desmontou rede que aliciava vítimas para prostituição no Brasil. Desta vez, eram rapazes na faixa dos 20 anos, a maior parte recrutada no Maranhão, mas sabe-se que o número de rapazes trabalhando nessa área em toda a Europa também é muito grande.

Se você gostou dessa postagem, leia também:

18/06/10 - Prostituição, a profissão mais antiga e rentável do mundo
28/07/10 - Prostituição Masculina



Fonte: http://integras.blogspot.com/2008/05/europa-tem-75-mil-prostitutas-do-brasil.html

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

A IMPORTANCIA DOS LACTOBACILOS NA ALIMENTAÇÃO DIÁRIA

Lactobacilos: você sabe o que são e para que servem?

Os LACTOBACILOS (OU PROBIÓTICOS) são importantes para o nosso sistema digestivo e imunológico. Os chamados alimentos probióticos representam saúde e proteção ao organismo

Milhares de microorganismos vivos agem permanentemente em nossa flora intestinal e são responsáveis pela absorção dos nutrientes ingeridos através da alimentação.
Esses "bichinhos" melhoram a integridade da parede intestinal e assimilam alguns nutrientes importantes para o organismo, como o cálcio e o ferro. De nada adianta seguir uma alimentação saudável se a flora intestinal não estiver sadia.
Alimentos como o leite, iogurte, queijo fresco e a coalhada, são fundamentais em nosso dia-a-dia, porque contêm o melhor dos probióticos: os lactobacilos vivos, os mesmos do leite fermentado.

Pesquisas mostram que os lactobacilos equilibram o funcionamento intestinal, impedem a multiplicação de bactérias nocivas, inibem a produção de toxinas, melhoram a digestão, fortalecem o sistema imunológico, além de prevenir o câncer de colón - localizado no intestino grosso.
.
Abaixo selecionamos as dúvidas mais freqüentes sobre esses alimentos

Nós já possuímos esses microorganismos em nosso intestino: então, qual a importância de ingeri-los através de nossa alimentação?

Nossa flora intestinal é composta por um equilíbrio dos lactobacilos bons e maus. Ou seja, temos um conjunto de muitas espécies de bactérias que, quando estão equilibradas, não causam problemas à saúde, mas, caso contrário podem provocar doenças, alergias. Os microorganismos considerados bons (lactobacilos ou probióticos) devem ser maioria no intestino. Entretanto, vários motivos levam à morte desses microorganismos benéficos como, por exemplo, estresse, doenças intestinais, uso de antibióticos, envelhecimento. Por isso é importante ingerirmos esses alimentos e assim renovarmos nossos microorganismos.

Você sabe quais são os benefícios dos lactobacilos?

Eles tendem a melhorar e regular todo o funcionamento da flora intestinal, além de combater as substâncias tóxicas e causadoras do câncer. Não só fortalecem o sistema imunológico, como minimizam os efeitos colaterais provocados por antibióticos - que desequilibram o intestino.

O que ocorre quando os lactobacilos chegam ao intestino?

Como são resistentes, para chegar inteiros ao intestino vão acidificando o ambiente e assim dificultando a permanência dos microorganismos patogênicos, causadores de doenças no estômago e intestino. Esse ambiente ácido facilita a absorção dos minerais e das vitaminas, tão importantes ao organismo. Outra função é ajudar a manter íntegra a parede do intestino, o que permite que todos os nutrientes sejam absorvidos adequadamente.

Confira vídeo sobre a importância de alimentos probióticos (lactobacilos)



O que é o leite fermentado e quem pode consumi-lo?

É todo produto que coagula e diminui o pH do leite, por fermentação láctea, por meio de microorganismos. Nos frascos encontrados no mercado existem variações de lactobacilos, como o Lactobacillus Casei e Bifidobacterium. Qualquer pessoa pode consumir estes alimentos depois da fase do desmame. Quanto maior a freqüência, melhor a manutenção da flora bacteriana e a ingestão de cálcio, pois o leite fermentado é fonte deste mineral. E, para quem costuma ter desconforto após ingerir leite, uma boa noticia é que nesses produtos a lactose já vem processada, ou seja, o individuo não precisa digeri-la no organismo, diminuindo assim os sintomas dessa intolerância.

Qual é a quantidade diária ideal que devemos ingerir de alimentos probióticos?

Um frasco por dia de leite fermentado e o consumo de queijos frescos, iogurtes, coalhadas - são suficientes para proteger o organismo contra os fatores que desequilibram a flora intestinal. Essa quantidade é o bastante para proteger organismo e ficar mais resistente às bactérias e a qualquer tipo de infecção. Entretanto, é bom evitar o consumo excessivo desses produtos, que podem causar um desconforto intestinal, além do excesso de calorias que pode prejudicar o seu processo de eliminação de peso.

Fonte: http://vilamulher.terra.com.br/lactobacilos-voce-sabe-o-que-sao-e-para-que-servem-11-1-70-87.html

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

NO BRASIL CRESCE A CADA DIA A FÉ NO ESPIRITISMO

O ESPIRITISMO é seguido por 30 milhões de pessoas no mundo. O Brasil é a maior nação espírita do planeta. São 20 milhões de adeptos e simpatizantes, segundo a Federação Espírita Brasileira – no último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 2,3 milhões declarou seguir os preceitos do francês Allan Kardec, o fundador da doutrina. A mediunidade, popularizada pelas psicografias de Chico Xavier, em Uberaba (MG).







MÉDIUNS-* A ciência comprova que o cerebro deles é diferente


* Por que alguns podem desenvolver esse dom?







Como a ciência justifica as manifestações de contato com espíritos e por que algumas pessoas desenvolvem o dom.


A Revista ISTO É, em resumo, no seu artigo, aborda como a ciência justifica as manifestações de contato com espíritos e por que algumas pessoas desenvolvem o dom. Conta-nos o artigo que o interesse pelo tema vem crescendo em progressão geométrica. Por exemplo, “o filme Bezerra de Menezes – o diário de um espírito, do cineasta Glauber Filho teve 250 mil espectadores, desde o lançamento nos cinemas, em 29 de agosto. Um número alto para uma produção nacional e o "filme Chico Xavier", lançado alguns meses atrás já havia batido todos os recordes de bilheteria, porém com o lançamento do "filme Nosso Lar” a dois finais de semana atrás e baseado numa psicografia de Chico Xavier, esperava-se o mesmo sucesso, mas logo na primeira semana superou todas as expectativas e é o mais novo campeão de bilheteria brasileiro e ainda foi indicado para representar o Brasil no Oscar, ao lado de Chico Xavier, o filme.

A TV Globo estreou recentemente a "novela Escrito nas Estrelas", baseada na doutrina espirita, com muita licença poética e vem obtendo um excelente ibope, repetindo o êxito de outra com tema parecido " A Viagem" e exibida alguns anos atrás. E, nas noites de terça-feira, vem apresentando atualmente, também com grande sucesso, a mini-série “A CURA”, com Selton Mello e que vem obtendo boa repercussão e interesse de público.

Com todas essas produções baseadas na doutrina espírita, a TV Globo tornou-se uma emissora ostensivamente e claramente espírita, fazendo contraponto com a TV Record que é evangélica e propagadora da Universal do Reino de Deus, que pertence ao bispo diversas vezes processado por lavagem de dinheiro - Edir Macedo.

Confira vídeo do FANTASTICO: Chico Xavier e o código secreto (12/09/10)



A Revista ISTO É na continuação da excelente e didática reportagem sobre o tema, nos explica ainda no artigo, que a mediunidade se expressa pela:

Psicografia, que consagrou Chico Xavier, é a mais conhecida. Nela, o médium escreve mensagens e histórias que recebe de espíritos. Estaria sob o controle deles o que as mãos transcrevem.
Vidência permite enxergar os mortos que não conseguiram se desvencilhar da Terra ao não aceitarem a morte ou que aparecem para enviar recados a entes queridos.
Psicofonia, o sensitivo é capaz de ouvir e reproduzir o que os espíritos dizem e pedem.
Psicopictografia, ou pintura mediúnica, permite ao médium ser instrumento de artistas desencarnados (termo usado pela doutrina para designar mortos).
A mediunidade da cura é responsável pelas chamadas cirurgias espirituais. Não é incomum um mesmo indivíduo reunir mais de um tipo de dom (assista ao vídeo).

Confira vídeo sobre a CURA ESPIRITUAL (que lembra um pouco a série que está passando na TV Globo: A CURA





A reportagem relata ainda alguns casos reais de pessoas portadoras desses dons. A revista ainda presenciou uma manifestação mediúnica em uma cidade no interior de São Paulo e contatou alguns médiuns, relatando em detalhes os seus comentários. Conversou ainda com Geraldo Campetti, diretor da Federação Espírita Brasileira.





A Revista VEJA publicou como matéria de capa: VIDA APÓS MORTE - Por que é tão forte a crença na reencarnação e na comunicação com os mortos?








A Revista ISTO É nos relata ainda que “Comprovar cientificamente a mediunidade também é objetivo do psiquiatra Sérgio Felipe Oliveira, professor de medicina e espiritualidade da Faculdade de Medicina da USP e membro da Associação Médica-Espírita de São Paulo. Com exames de tomografia, ele analisou a glândula pineal (uma parte do cérebro do tamanho de um feijão) de cerca de mil pessoas. "Os testes mostraram que aqueles com facilidade para manifestar a psicografia e a psicofonia apresentam uma quantidade maior do mineral cristal de apatita na pineal", afirma Oliveira. Ele também atende no Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, casos de pacientes de doenças como dores crônicas e epilepsia que receberam todos os tipos de tratamento, não tiveram melhora e relatam experiências ligadas à mediunidade. "Somamos aos cuidados convencionais, como o remédio e a psicoterapia, a espiritualidade, que vai desde criar o hábito de orar até a meditação. “E os resultados têm sido positivos.” Uma pesquisa de especialistas da USP e da Universidade Federal de Juiz de Fora, publicada em maio no periódico The Journal of Nervous and Mental Disease, comparou médiuns brasileiros com pacientes americanos de transtorno de múltiplas personalidades (caracterizado por alucinações e comportamento duplo). Eles concluíram que os médiuns apresentam prevalências inferiores de distúrbios mentais, do uso de antipsicóticos e melhor interação social.”


Saiba mais: Alguns livros espíritas para conhecer melhor essa linda doutrina, que nos dá tantas respostas:


ALLAN KARDEC (Obras Básicas e Complementares)
o O Livro dos Espíritos
o O Livro dos Médiuns
o O Evangelho Segundo o Espiritismo
o A Gênese
o O Céu e o Inferno
o O Que é o Espiritismo?
o Obras Póstumas
o Resumo das Leis dos Fenômenos Espíritas
o Biografia de Allan Kardec


ANDRÉ LUIZ

o Série Nosso Lar
I. Nosso Lar
II. Os Mensageiros
III. Missionários da Luz
IV. Obreiros da Vida Eterna
V. No Mundo Maior
VI. Libertação
VII. Entre a Terra e o Céu
VIII. Nos Domínios da Mediunidade
IX. Ação e Reação
X. Evolução em Dois Mundos
XI. Mecanismos da Mediunidade
XII. Sexo e Destino
XIII. E a Vida Continua...




A Revista ÉPOCA traz na capa: CHICO XAVIER E A ALMA DO BRASIL - Oito anos depois da sua morte o mito do médium mineiro é renovado por uma onda de comemorações do seu centenário e a Revista HISTÓRIA DA BIBLIOTECA NACIONAL - traz na capa: Espiritismo a "crença dos loucos" que conquista o Brasil e a Revista GALILEU - traz na sua capa: "A Nova Era do Espiritismo" Como a influência de outras crenças está mudando a cara da doutrina e conquistando cada vez mais adeptos.

o Outras Obras
I. Agenda Cristã
II. Apostilas da Vida
III. Cirurgia Moral
IV. Conduta Espírita
V. Desobsessão
VI. Respostas da Vida
VII. Sinal Verde

BLOG QUE EU INDICO - http://programamuitasvidas.blogspot.com/

Visite os sites:

www.cre.esp.br
www.caminhodocristo.com.br
www.anjogabrielsantos.org.br
www.gotasdepaz.com.br
www.oficinaespiritadafamilia.com
www.radiocacique1510.com
www.adde.org.br
www.vek.org.br
www.amesantos.blogspot.com/
www.projeto1868.org
www.radiosinteseweb.com.br
www.3deoutubro.org.br
www.uselapa.com.br
jornal.espirita@hotmail.com
http://www.wanderleyoliveira.blog.br/
http://amigoespirita.ning.com/profile/DecioBressanin


Se você gostou dessa postagem, leia também:

10/08/10 - Reencarnação, o que você conhece?
30/09/10 - Os animais no plano espiritual
30/08/10 - Filme Nosso Lar, de Chico Xavier
22/06/10 - A questão espiritual dos animais
28/04/10 - Chico Xavier, o filme

terça-feira, 14 de setembro de 2010

TEMPO SECO PREJUDICA A SAÚDE DA POPULAÇÃO

A baixa umidade do ar em São Paulo e em quase todo o resto do Brasil tem minado a saúde de muita gente. É importante adotar algumas práticas simples para driblar esse incômodo e conviver (ou sobreviver) nessa época.

Ardência nos olhos, dor de cabeça, tosse seca e irritação na garganta são alguns dos sintomas de alterações respiratórias provocadas pela baixa umidade do ar e agravados pelo calor. "Boa parte do Brasil está sofrendo com a chegada de uma massa de ar quente, que deixa o clima mais seco", explica o meteorologista André Madeira, da Climatempo, em São Paulo. Esse fenômeno dificulta a vinda das frentes frias e das chuvas.

Por isso, fique ligado nos conselhos da pneumologista Andréa Arvai Pereira, de São Paulo, e minimize os efeitos da estiagem em sua saúde:

• Para não ressecar as vias respiratórias, utilize um umidificador em casa para aumentar a umidade do ar

• Espalhe toalhas molhadas e bacias d'água pelo ambiente, em especial nos quartos. Essa alternativa demora mais do que o umidificador para fazer efeito, mas garante o mesmo resultado

• Se sentir ardência nos olhos ou se eles lacrimejarem, faça compressas com água boricada ou gelada

• Caso sinta o nariz arder, hidrate-o com solução fisiológica (soro)

• Tome bastante líquido durante o dia. "O importante é manter-se hidratado", alerta a especialista. Sucos, chás e refrescos também valem

• Evite banhos quentes. Prefira água morna, pois nessa época a pele resseca bem mais rápido

• Abuse do hidratante corporal ao sair do banho ou quando sentir a pele seca demais


Confira vídeo - Jornal da Gazeta: Tempo seco prejudica a saúde da população



Se você gostou dessa postagem, leia também:

06/10/10 - As enchentes estão chegando com o verão
03/11/10 - Aquecimento Global, entenda as causas


Fonte: Por Ligia Menezes, do site VIVA!MAIS

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

MERCADO DE TRABALHO APÓS OS 40 ANOS

A árdua tarefa de conseguir emprego após os 40 anos poderá ser mais tênue diante da retomada econômica. Especialistas em Recursos Humanos apontam que as empresas miram profissionais experientes, devido à falta de mão de obra qualificada. Contudo, o embate com a força jovem à disposição das indústrias segue, principalmente na área operacional.


A HORA E A VEZ DOS PROFISSIONAIS EXPERIENTES NAS EMPRESAS

Gente para trabalhar no Brasil, nunca faltou, o mercado de trabalho nem consegue absorver todos que anualmente entram nele, o grande problema é a qualificação, falta gente qualificada no Brasil.

Com a expansão da economia para todos os lados, como estamos tendo no Brasil hoje em dia, as empresas estão precisando cada vez mais de profissionais experientes e qualificados para poder liderar e dar suporte para suas equipes.

É um fenômeno interessante: como a experiência está sendo mais valorizada, os bons profissionais estão parando de trabalhar cada vez mais tarde e estamos vendo cada vez mais pessoas de 40, 50 anos dividindo as salas de espera da entrevista de emprego com os mais jovens de 20.

Confira vídeo Como retornar ao Mercado de trabalho após os 40 anos



Nunca é tarde para se mudar de empresa, mudar de ares ou até mesmo começar uma nova carreira. Experiência profissional, no entanto, sozinha não é capaz de garantir o sucesso em uma entrevista de emprego, de nada adianta ter toda uma qualificação se você não conseguir se vender corretamente, não passar a impressão correta.

Obviamente ainda existe muita discriminação por parte de algumas empresas, que nem chegam a chamar pessoas de 40 ou 50 anos para as suas entrevistas de emprego, mas os profissionais mais experientes podem comemorar, nunca o índice de desemprego foi tão baixo para esta faixa etária.

Para se ter uma idéia deste fenômeno, segundo o IPEA ( Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada ) o desemprego entre os jovens de 18 a 24 anos é 3,5x maior que entre os profissionais de mais de 24 anos.

Para ajudar quem está na casa dos 40 ou 50 anos e quer voltar a trabalhar ou então mudar de empresa, o Guia da Carreira (veja o link no final deste post), preparou algumas dicas simples para a entrevista de emprego:

DICAS PARA A ENTREVISTA DE EMPREGO DE PROFISSIONAIS EXPERIENTES

Destaque Sempre a Experiência Profissional na sua Entrevista de Emprego

A principal vantagem dos profissionais de 40 ou 50 anos sobre os mais jovens com certeza é a experiência. Na hora da entrevista de emprego quando você for falar dos cargos que já ocupou em outras empresas, aproveite sempre para falar sobre a sua trajetória e suas realizações, destaque o quanto você já colaborou para outras empresas e o quanto pode trazer para esta nova companhia.

Um profissional experiente e que vai agregar valor pode ser tudo que a empresa está buscando naquela rodada de entrevistas de emprego.

Indique Comprometimento e Atualização em Relação a sua Profissão

Muitas vezes um profissional mais velho pode passar a impressão de falta de atualização e dinamismo a primeira vista. Combata este estereótipo na sua entrevista de emprego destacando sempre cursos e atualizações que você tenha feito. Destaque que você tem se atualizado com freqüência.

Caso você não tenha se atualizado com frequência, adote esta postura, mesmo que não seja possível realizar cursos, procure sempre ler e pesquisar sobre a sua profissão. Mostre-se comprometido e atualizado com o universo da sua profissão.

Demonstre Disposição para Aprender Coisas Novas

Ninguém é sábio o bastante a ponto de não precisar aprender coisas novas. Durante a entrevista de emprego, deixe esta postura bem clara: você é sim um profissional experiente vai ensinar muito a equipe, mas também está sempre disposto a aprender com os mais jovens. Isso mesmo!! Demonstre confiança, mas demonstre também humildade e que você está disposto a colaborar. Mais jovens e mais velhos podem formar excelentes equipes, onde cada um colabora com o que tem de melhor.

Confira vídeo do Jornal da Gazeta – Empresas aumentam contratações às pessoas com mais de 50 anos




Copa e Olimpíadas vão demandar mão de obra

A perspectiva é de que muitos profissionais com idade superior a 40 anos e aposentados deverão voltar ao mercado, principalmente os engenheiros.

Levantamento realizado pelo portal de empregos Curriculum.com.br no ano passado mostra que os seniores têm mais oportunidades na indústria, varejo, bancos e empresas de auditoria e gestão.

Segundo o site, no ano passado, mais de 167 mil candidatos com esse perfil tiveram seu currículo visualizado pelas empresas, sendo que 183 mil estavam empregados.

Se você gostou dessa postagem, leia também:

25/05/10 - No Brasil falta mão de obra qualificada
31/08/10 - Idosos, mercado volta a oferecer vagas
23/08/10 - Tecnologia da Informação, há vagas, falta qualificados


Fonte:
http://www.guiadacarreira.com.br/artigos/carreira/entrevista-emprego-apos-40-anos/

terça-feira, 7 de setembro de 2010

O PROBLEMA DO LIXO NO BRASIL

Sabe-se muito bem que os governos no Brasil realizam apenas obras de grande visibilidade e que possuam qualidades geradoras de votos e possibilidades de grandes desvios, dado a corrupção endêmica que assola o país há séculos.

Mas o mais triste e lamentável de tudo isso é a constatação das calamidades que o efeito estufa está realizando em todo o mundo e que pequenas providencias que poderiam ser tomadas para minimizar ou mesmo anular essas ocorrências não estejam sendo tomadas, por falta de vontade política e desinteresse dos governos Federal, Estaduais e Municipais, que preferem optar por medidas assistencialistas (tipo Bolsa Família) que arrecadam muitos votos do povo ignorante, do que, por exemplo, Usinas Verdes transformando o Lixão (resíduos) em energia limpa e rentável, sem qualquer impacto ambiental.

Sem esquecer que nesse processo há todo o aproveitamento do lixo reciclável, que gera milhares de empregos, além de evitar o esgotamento dos nossos recursos naturais. Fora a energia limpa que serve para abastecer completamente grandes cidades e da redução da emissão de gases do efeito estufa, ainda no final de todo o processo, o que sobra pode ser aproveitado para produção de fertilizantes, de tijolos e até pisos. Ou seja, completamente rentável, limpo, sem qualquer desperdício de absolutamente nada, gerando empregos e economia para as cidades servidas dessas usinas verdes.

Confira vídeo de Resíduos à Energia: Filme ilustrativo, das vantagens e dos benefícios de implantar Usina de tranformação dos residuos em energia. Adaptação com alguns trechos e dizeres para a realidade brasileira, aonde os resíduos são tratados com um certo "descaso", jogados em lixões sem o devido cuidado e tratamento, poluindo e principalmente emando gases tóxicos, poluentes, contribuindo para o aquecimento global. O filme é um alerta, temos condições e metodos para reverter a situação a nosso favor, basta querer e querer é poder.




Segundo a Dra.D.Seli Pena, em seu estudo apresentado no Seminário Internacional de Aproveitamento Energético de Resíduos Sólidos Urbanos no Estado de São Paulo, o problema da destinação dos resíduos sólidos urbanos tem se transformado em um dos maiores desafios da gestão pública no país, tendo em vista os graves impactos ambientais gerados pelos “lixões” (aterros sanitários fora de especificações e sem controle sanitário) ou mesmo pelo esgotamento da capacidade dos aterros sanitários regulares. Além dos problemas ambientais, os altos custos para operação dos processos, há uma grande rejeição da sociedade à deposição de qualquer resíduo próximo à sua residência, tanto pelos odores desagradáveis como pela desvalorização econômica que produzem ao patrimônio imobiliário.


Como solução a esse problema, a conversão de resíduos sólidos urbanos em energia – WTE (do inglês - Waste To Energy) é considerada em todo mundo desenvolvido como sendo uma opção ambientalmente sustentável, tratando-se de uma fonte de energia “limpa, confiável e renovável” gerando energia elétrica com menor impacto ambiental do que a maioria das outras fontes energéticas.

Esse processo de aproveitamento energético não elimina a reciclagem de materiais, que é a primeira e mais importante etapa, mas trata-se de uma solução adequada para o restante dos resíduos que por alguma razão não foram separados previamente. Desta forma, há duas possibilidades para disposição dos resíduos após a remoção dos recicláveis: depósito em aterros sanitários ou usá-los no processo de conversão em energia “limpa” e renovável.

No caso da Cidade de São Paulo, a geração de lixo urbano atinge hoje cerca de 15.000 toneladas por dia, o que seria o suficiente para implantar usinas de conversão de resíduos em energia, que somadas chegariam a 300 MW médios. No caso do Brasil, segundo o IBGE, a produção de resíduos sólidos urbanos chega hoje a 230.000 toneladas dia, que mantidas as mesmas proporções, poderiam gerar até 5.000 MW médios, o que representa quase uma nova Usina de Itaipu, ou quase o dobro do que se espera gerar no polêmico complexo do Rio Madeira. É importante dizer que essa produção seria apenas se os resíduos fossem totalmente convertidos em energia elétrica com um rendimento térmico de aproximadamente 30%. Caso fossem implementados processos de cogeração e aproveitamento integral do calor do processo, o rendimento do ciclo térmico chegaria até a 88%, o que significaria dizer que o aproveitamento energético dos resíduos em termos de país significaria mais de 10.000 MW médios equivalentes.

Confira vídeo da TVNBR: E o lixo pode virar energia elétrica. Pesquisa realizada no Rio de Janeiro vai avaliar as condições para implantar usinas de geração de energia a partir dos resíduos




O processo de conversão de lixo em energia é empregado nos países desenvolvidos (Europa e América do Norte) há mais de 25 anos, e o atual “estado da arte” garante uma das formas mais “limpas” de geração de energia elétrica. O maior avanço tecnológico obtido foi no controle da qualidade do ar a partir da queima dos resíduos, de modo que atualmente atingem ou mesmo superam os mais exigentes padrões de qualidade estabelecidos pelas Agências de Proteção Ambiental empregando processos de múltiplos estágios de tratamento das emissões gasosas da combustão, obtendo alta performance de controle ambiental (trata mais de 99% das emissões gasosas). Além da geração de energia de forma ambientalmente controlada, a tecnologia de conversão de resíduos em energia evita o uso de óleo diesel nos equipamentos de transporte e movimentação dos resíduos nos aterros sanitários, melhorando a qualidade do ar e reduzindo a emissão de gases de efeito estufa.

Um importante dado observado é que nas regiões nas quais estão instaladas as usinas de conversão de resíduos em energia, O índice de reciclagem é superior à média nacional, principalmente devido ao fato dessas usinas serem parte de um processo integrado de gestão regional de resíduos sólidos, no qual toda comunidade participa efetivamente. Inclusive, as empresas operadoras das usinas mantêm programas permanentes de educação ambiental que orientam a comunidade envolvida no processo para a melhor forma de aproveitamento dos resíduos. Além disso, a maior parte dos metais contidos nos resíduos (não separados no processo de coleta seletiva) são recuperados após separação das cinzas.

Para se ter uma idéia do impacto positivo dessa tecnologia, nos Estados Unidos, para cada tonelada de resíduos processado em uma planta de conversão de resíduos em energia, é evitada a importação de um barril de petróleo, ou é evitada a extração de um quarto de tonelada de carvão mineral.

As usinas WTE não só diminuem a dependência de combustíveis fósseis, mas também previnem a emissão de centenas de milhões de toneladas de CO2 por ano para a atmosfera. Em uma comparação mais direta, queimar uma tonelada de resíduos em uma usina WTE previne o equivalente a uma tonelada de CO2 que seria emitido para a atmosfera através da queima de combustíveis fósseis e a decomposição dos resíduos em um aterro sanitário, para produção da mesma quantidade de energia. Os resíduos decompostos em um aterro sanitário produzem gás metano (CH4), o qual é um importante gerador do efeito estufa (21 vezes mais potente que o CO2). Nas usinas WTE não há emissão do gás metano. Além disso, não depositar os resíduos sólidos em aterros sanitários evita o uso de áreas nobres, próximas aos grandes centros urbanos e, reduz os riscos de contaminação do solo e do
lençol freático com produtos tóxicos.


Confira vídeo da USINA VERDE: Usina Modelo de Reciclagem Energética do Lixo Urbano. Rota tecnológica recomendada pelo IPCC/ONU (Nobel da Paz/2007) para redução das emissões dos gases estufa gerados nos aterros de lixo urbano. Mostra o processo de transformação do lixo urbano em energia elétrica com imagens tomadas na Usina Modelo (Ilha do Fundão, Rio de Janeiro/RJ).




Uma importante comparação entre a produção de energia a partir de aterros sanitários e da queima direta de resíduos urbanos é referente à capacidade de produção de energia elétrica em cada um dos casos: enquanto que uma tonelada de resíduo depositado em um aterro sanitário produzirá gás para gerar cerca de 20 kWh, a mesma quantidade de resíduo, se queimado diretamente em caldeiras, produzirá 520 kWh, ou seja, vinte e seis vezes mais eficiência energética, com menor espaço de depósito (80 a 90 % menos).

Diferentemente das outras fontes de energia renovável, como eólica e solar, ou mesmo a hidráulica, a geração de energia a partir de resíduos sólidos urbanos não depende de condições do tempo, hora do dia, época do ano ou qualquer outra variável fora de controle do gerador, uma vez que opera 24 horas por dia, 365 dias por ano, devido ao suprimento contínuo, estável e garantido de combustível.

Se você gostou dessa postagem, leia também:

07/06/10 - Você separa seu lixo para a coleta seletiva ?
04/08/10 - Lixo, nas praias e no mar

domingo, 5 de setembro de 2010

DOE ORGÃOS EM VIDA

O Brasil está próximo de bater um recorde de órgãos doados transplantados, de acordo com relatório da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO). A meta para 2010 é atingir uma taxa de 10 doadores com órgãos transplantados para cada milhão de habitantes e, só no primeiro trimestre, esse índice ficou em 10,2.

Em números absolutos, foram 485 doadores com órgãos transplantados entre janeiro e março de 2010, com uma projeção de 1.940 para o ano, contra 378 (8 por milhão) no mesmo período do ano passado e 1.658 (8,7 por milhão) no total de 2009.

O aumento do número de doadores no Estado de São Paulo é uma das razões para o crescimento da estatística de doações no Brasil, segundo nota emitida pela ABTO.
Entre janeiro e março de 2010, o Estado teve uma taxa de 22,6 doadores com órgãos transplantados por milhão da população (pmp), enquanto no mesmo período do ano passado a taxa foi de 15,4 doadores (161 em números absolutos) e, no total de 2009, 16,9 doadores pmp no Estado de São Paulo. Inclusive, São Paulo registra quase um transplante por hora e outras unidades da federação que se destacaram pelo aumento no número de doadores foram Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo e Paraíba.

Confira video da Campanha de Doação de Órgãos: Considerações sobre o tempo




Mas, o que ainda faz com que o número de órgãos e de doadores seja insuficiente?

A resistência familiar é um entrave. O potencial doador tem que ter morte cerebral que ocorre como conseqüência de acidentes graves. A família fica tão perplexa diante da tragédia, que racionalmente não consegue analisar o fato com a frieza necessária para decidir e optar pela doação.

Um problema que pode impedir a doação é o paciente sofrer uma parada cardíaca durante a cirurgia, o que inviabiliza a retirada de alguns órgãos para doação. Além disso; resultados de sorologia positiva para HIV e outras doenças infecciosas, também tornam os órgãos inviáveis para o transplante.

Quanto à medula óssea, um acontecimento que vem favorecer a localização de um doador compatível; é a participação do Brasil na maior rede de registros de doadores de medula óssea do mundo; a americana National Marrow Donor Program (NMDP). Isso aumenta consideravelmente as chances de quem está à espera de um doador compatível. Só ela agrega 7 milhões de americanos cadastrados e mais 3 milhões de pessoas de outros países. O banco brasileiro tem 800 mil.

O nosso banco de dados também passa a fazer parte, porque agora a qualidade dos nossos registros e do sistema de busca, coleta e armazenamento foram reconhecidos. Essa parceria legitima internacionalmente a excelência do sistema brasileiro. O próximo país a participar deve ser a Alemanha.

Isso amplia a possibilidade de pacientes brasileiros encontrarem um doador compatível fora do país, com um custo muito menor, já que cerca de 45% deles já recorrem a bancos estrangeiros.

Os custos são altos e o SUS financia a identificação internacional de doadores, que chega a custar R$ 50 mil. Com essa troca entre banco de dados; o que for arrecadado com o envio de células-tronco de doadores brasileiros para outros países, será utilizado nos gastos para a busca internacional de doadores.

Quem faz essa busca é o Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (REDOME).

Outra informação animadora é a de que São Paulo zerou a fila de transplantes de córnea na capital. A tendência é de que esse fato ocorra em outras capitais e quem sabe no país inteiro.

Uma medida polêmica, decidida pelo Ministério da Saúde, pode beneficiar pessoas que estão na fila à espera de um transplante. São os órgãos "limítrofes", aqueles que não estão em condições ideais para transplante, mas que no caso de extrema necessidade podem ter certa eficácia. Esses órgãos "limítrofes" são aqueles que viriam de doadores com doenças infecciosas, como a hepatite B,C, doença de Chagas, etc. O sistema será semelhante ao existente em São Paulo, onde pacientes e médicos decidem sobre o uso de órgãos não ideais antes do cadastro na fila.

O receptor teria que consentir. As entidades que representam os interesses dos pacientes estão preocupadas com essa medida. A receptora recebe o órgão, que tanto necessita, mas também pode receber a doença que o doador possuía. A questão é avaliar se o risco compensa. Nessa hora, o médico junto com o paciente tem que ponderar os prós e contras e tomar a decisão.

Esses órgãos serão oferecidos ao primeiro da fila, que se não aceitar será oferecido ao próximo e assim por diante. Certamente é mais uma opção, mas a polêmica vai gerar debates que podem trazer esclarecimentos e uma abordagem segura para esse procedimento, sendo mais uma esperança para aqueles que já não tem nenhuma.

Confira video da Santa Casa: Campanha de doação de Orgãos




Não existem grandes obstáculos à doação de órgãos no Brasil, visto que todo o processo está regulamentado. A melhor forma de um indivíduo se tornar doador após a morte é avisar os familiares, manifestando, em vida, este desejo. Quando isto ocorre, a família sempre concorda com a doação para satisfazer o "último desejo" deste indivíduo. Embora 60% da população concorde com a doação de órgãos, os profissionais de saúde de terapia intensiva e setores de emergência notificam apenas um em cada oito potenciais doadores. Desta forma, a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos realiza uma campanha em que todos os profissionais de saúde receberam, através do Jornal do Conselho Federal de Medicina, a orientação logística e legal sobre o processo de doação. Com esta medida, e contando com a participação destes profissionais, o número de transplantes deve ser acelerado, e o Brasil poderá se manter como centro de destaque mundial na área de transplantes de órgãos.

Se você gostou dessa postagem, leia também:

18/08/10 - Turismo de saúde no Brasil e em São Paulo
15/07/10 - A AIDS e as novas perspectivas mundiais


Fonte: www.adote.org.br/
www.ajudabrasil.com.br/6.476.html
www.estadao.com.br/.../vidae,doacao-de-orgaos-no-brasil-deve-bater-recorde-em-2010-diz-relatorio,553883,0.htm

ESTATÍSTICA DE VISITAS AO BLOG

Em julho resolvi instalar uma página com estatística de visitas ao meu site, porém ao invés do contador de acessos ao blog, optei por um contador do GOOGLE que indica cada acesso a alguma postagem e a sua origem, através de consultas ao Google, pois como meu blog já estava na rede desde abril, achei que poderia obter uma informação precisa e real dos artigos que despertam mais interesse, além de saber quantas visitas venho atraindo.

Pouco mais de 30 dias dessa ferramenta em ação no meu blog, resolvi consultar as estatísticas e fiquei deliciosamente surpreso com o resultado, pois não esperava que em tão pouco tempo do blog na rede, que já houvesse esse retorno:

De 16/07 à 31/08/10 – RESULTADO DA ESTATISTICA DE ACESSOS AO BLOG

ORIGEM:

Brasil 11.089 acessos
Portugal 723 acessos
E.U.A. 609 acessos
Alemanha 74 acessos
França 54 acessos
Angola 40 acessos
Japão 37 acessos
Canadá 31 acessos
Dinamarca 31 acessos
Espanha 22 acessos
Inglaterra 19 acessos

12.729 acessos em 46 dias

E, de 1 a 3 de setembro já acusa 1.458 acessos, o que representa uma média de aproximadamente 500 acessos diários.


Postagens mais acessadas de 16/07 à 31/08/2010:

Filme Flor do Deserto mostra história real de modelo Somali 1.878 acessos
Prostituição a profissão mais antiga e rentável do mundo 1.463 acessos
Lixo nas praias e no mar 933 acessos
O abandono de idosos nos asilos do Brasil 612 acessos
Dina Sfat, saudades de você! 425 acessos
Moradores de rua, um flagelo social 341 acessos
Massacre de golfinhos no mar do Japão 152 acessos
Por que Didier Drogba é o “cara”? 148 acessos

Gostaria de agradecer aos leitores que prestigiam o meu blog, garantindo que por reconhecer o tamanho dessa responsabilidade, procuro escrever com imparcialidade e honestidade, no intuito de ser um formador de opiniões embasado e fidedigno, prometendo também melhorar a cada dia um pouco mais os próximos artigos, tentando, assim, fornecer um excelente material de entretenimento e cultural a todos vocês.

Muito obrigado.

Beto Lemela

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

UM MUNDO SAUDAVEL SOBRE DUAS RODAS

Cada vez mais pessoas acreditam que as modificações de profundo alcance, que estão ocorrendo, na maior parte das áreas da vida, eventualmente irão nos levar a um ‘outro mundo’ – um mundo cujos traços, por enquanto, mal podemos entrever.



A era que está por terminar caracterizou-se pela eficiência, velocidade, conforto, prestígio social e mobilidade ilimitada – características para as quais o automóvel é um símbolo.


A era que está por vir será – é a nossa esperança – caracterizada por: viver em harmonia com a natureza; tecnologia suave; economias plenamente sustentáveis; um sentimento voltado às necessidades mais profundas do ser humano, como a capacidade de obter satisfação das coisas que estão ao nosso alcance.

Um símbolo para isso poderia ser... a bicicleta.

Na Holanda, um dos países mais desenvolvidos do Mundo e com excelente qualidade de vida, o uso da bicicleta é incentivado pelo governo e assim, metade da população anda de bicicletas.

Confira vídeo do Jornal da Record, na Holanda metade da população usa bicicletas




Vantagens da Bicicleta sobre o Automóvel


• Produz pouquíssimo ruído, e não emite gases (ou seja: poluição atmosférica e sonora iguais a zero);

• A velocidade de deslocamento está adaptada às capacidades de percepção, reação e assimilação humanas, as quais levaram centenas de milhares de anos para se desenvolver (o carro oportuniza o deslocamento a velocidade muito acima da capacidade humana de processar dados e tomar decisões com razoável segurança);


• De lambuja, a bicicleta oportuniza a atividade física necessária para a saúde e o bem-estar geral da pessoa (pedalar regularmente reduz a suscetibilidade a males relacionados com o estilo de vida moderno, tais como hipertensão, obesidade, e outros);

• Andar de bicicleta meia hora por dia aumenta o metabolismo em oito calorias ao minuto, consumindo onze quilos de gordura por ano;

• A tecnologia empregada é visível e de fácil compreensão;

• É facilmente reparável, quase sempre pelo próprio usuário;

• Sua fabricação consome pouca energia e matéria-prima;

• Com a bicicleta pode-se percorrer 1000 km, usando a quantidade de energia correspondente a um litro de gasolina;

• Deslocando-se a 15 km/h, um ciclista gasta uma quantidade de energia menor do que aquela que é gasta por um carro apenas para manter os faróis ligados;

• Na bicicleta, o “motor” tem sua força, eficiência e durabilidade aumentadas, quanto mais ele é usado;

• Uma infra-estrutura simples e barata é suficiente;

• É possível, em grande parte, reciclar;

• Há pouca exigência de espaço físico;

• A consciência é influenciada positivamente, através da vivência direta do meio ambiente (por exemplo: percepção de odores, temperatura e mudanças de umidade, ao atravessar um trecho de mata);

• Fomento à capacidade de se conectar socialmente, através do contato visual e auditivo permanente com os demais participantes do tráfego;

• Deslocamento de porta a porta;

• Também utilizável por crianças e idosos;

• Frustração e estresse podem ser transformados em propulsão útil - ao invés de se depositarem prejudicialmente nas artérias.

Confira vídeo JCONLINE - A revolução das bicicletas no Mundo



Se você gostou dessa postagem, leia também:

28/04/10 - Turismo em Amsterdã
10/09/10 - Holanda, o País que serve de exemplo para o mundo


Fonte
: extraído de “Liegeräder – Hinweise zu Konstruktion und Bau” –traduzido por Artur Elias Carneito: Site: http://werner.stiffel.bei.t-online.de