sexta-feira, 15 de julho de 2011

HOMENS QUE AMAM DEMAIS

Os homens precisam prestar muita atenção no grau de sofrimento que um amor está lhe causando. A partir do momento que ele está num relacionamento e sente-se infeliz, cansado, mas não consegue sair fora, ele já precisa de ajuda.

Se ele sente que está se doando de forma exaustiva e por algum motivo está sempre inqueto, com um ciúmes exacerbado, paranóia de que ela possa estar traindo, falta de atenção em tudo na vida, colocando-a no centro de sua vida, ele está doente e precisa de ajuda.

Se ele sente que está se afastando de amigos, não praticando atividades que gosta, cada vez mais isolado e obcecado pela parceira querendo modificá-la e justificando -a qualquer preço, ele está doente e viciado em amor (codependente)

Para ajudar esses já existe os grupos de apoio anônimos (dasa) - dependentes de sexo e amor anônimos - e para quem mora em São Paulo, o HC oferece ajuda gratuíta para quem sofre por amar demais.


Confira vídeo TV Gazeta sobre Homens que amam demais (Parte 1/3)




LIVRO “HADES” DE TATYANA ADES EXPLICA O ASSUNTO:

Eles são humilhados, se culpam e sofrem, mas sempre justificam as atitudes de suas amadas. Na maioria das vezes, vêm de famílias destrutivas e acreditam que essas mulheres possam amá-los um dia

Amar não é errado! O amor apazigua, tranqüiliza e proporciona uma entrega solta, sem cobranças entre o casal. Mas e quando esse amor se torna excessivo a ponto de fazer você esquecer de si mesma? Cuidado, ele pode virar um tormento e até uma doença. Mas dessa vez não vamos falar de você, mulher sensível que às vezes ama demais. E sim deles, dos ditos machões e insensíveis: os homens.

Machão e insensível, certo? Errado! Ele pode até ter aquela pinta de durão, do tipo que se esquiva de qualquer palavra amorosa, mas esse tipo de homem ama sim, e ama muito. Para a especialista em comportamento humano e autora do livro "Homens que amam demais", Tatyana Ades, eles tendem a se envolver mais que as mulheres. “De acordo com a pesquisa que fiz, com os homens que amam demais, entre 30 e 35 anos, eles são muito mais dependentes afetivamente, que sexualmente. A partir daí achei importante discutir o tema”, diz ela.

"Como a maioria dos homens é vista pela sociedade como compulsiva por sexo e não por amor, e como também só existem grupos de ajuda para mulheres, já estava mais do que na hora de falar sobre o assunto, não é mesmo? “Senti a necessidade do tema quando vivi isso. Tive um namorado ‘Hades’ – deus grego do mundo dos mortos que, por amor, raptou sua amada Perséfone. Percebi que fui co-dependente dele, compartilhando todas as suas paranóias”, conta Tatyana.


Confira vídeo TV Gazeta sobre Homens que amam demais (Parte 2/3)



QUEM SÃO OS HOMENS QUE AMAM DEMAIS?

Geralmente, eles vêm de um contexto familiar destrutivo. Os pontos principais destacados pela autora é o relacionamento simbiótico com a mãe (ou ela é muito próxima ou muito ausente), os pais normalmente são alcoólatras e, de algum modo, os homens que amam demais sofreram violência doméstica, tanto fisíca quanto verbal. Segundo ela, eles trasportam essas frustações para a vida e repetem a história. “Quando realizei as entrevistas, desmembrei suas vidas, chegando até sua infância. Percebi que muitos deles repetem os padrões de comportamento de sua família, o que afeta bastante seus relacionamentos hoje”, conta.

OUTRAS CARACTERÍSTICAS:

*Na visão dele, ela é sempre a vítima. Tudo que acontece de errado no relacionamento ele se culpa;

*Ele quer tanto a aprovação dela que, mesmo sofrendo muito, abre mão de suas vontades para satisfazer as dela;

*Ele começa a viver em função da amada, vasculha tudo e corre um sério risco de estar caindo na cilada do ciúmes excessivo;

*Ele tem auto-estima muito baixa, por isso não se dá valor e deixa com que essa situação permaneça.


Confira vídeo Manhã TV Gazeta sobre Homens que amam demais (Parte 3/3)




A seguir, as Doze Promessas do CoDA (Co-dependentes Anônimos), grupo que busca ajudar homens e mulheres a desenvolver um relacionamento saudável, que com certeza te ajudarão bastante a se amar primeiro:

1- Reconheço que não estou só e que meus sentimentos de vazio e solidão vão desaparecer;

2- Não sou controlado por meus medos. Eu supero meus medos e ajo com coragem, integridade e dignidade;

3- Experimento uma nova liberdade;

4- Liberto-me da preocupação, da culpa e da lamentação quanto ao meu passado e ao presente. Eu me mantenho o suficientemente atento para não repetir;

5- Experimento um novo amor e uma nova aceitação por mim mesmo e pelos demais. Eu me sinto genuinamente merecedor de ser amado;

6- Aprendo a me ver igualmente aos demais. Em minhas novas e renovadas relações são baseadas na igualdade de ambas as partes;

7- Sou capaz de desenvolver e manter relações saudáveis e amorosas. A necessidade de controlar e manipular os outros desaparecerá na medida em que eu aprenda a confiar nas pessoas dignas de confiança;

8- Aprendo que é possível recuperar-me e converter-me numa pessoa mais amorosa, mais íntima e capaz de oferecer apoio apropriado. Eu tenho a escolha de comunicar-me com minha família de uma maneira segura para mim e respeitosa para eles;

9- Reconheço que eu sou uma criação única e preciosa;

10- Não dependo unicamente dos demais para poder me sentir valioso;

11- Tenho a confiança de que meu Poder Superior me guia. E venho a acreditar em minhas próprias capacidades.

Fontes: http://www.partes.com.br/entrevistas/abril2009.asp

Se você gostou dessa postagem, acesse também:

06/06/11 - Solidão, estamos com fome de amor
28/04/11 - A obesidade torna-se preocupante no Brasil
12/12/10 - Recomeçar
15/11/10 - Transtorno Bipolar do Humor, o que é?
01/06/10 - Transtorno do Pânico
25/05/10 - Depressão ou Tristeza, como saber?

4 comentários:

  1. estou procurando ajuda para meu componheiro . pois ele me ama demais e isso esta fazendo mal pra mim e tbm a ele pois ele mesmo ja admitil isso pra mim por favor me ajude a ajuda-lo
    aninhakatita.rio@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. onde posso encontrar ajuda para meu namorado que me ama demais? moramos em Salvador - Ba. por favor isso e muito importante. Me ajude antes que um desastre aconteça. EU NÃO AGUENTO MAIS.

    LEILOKA.FARIAS@HOTMAIL.COM

    ResponderExcluir
  3. Preciso de ajuda, amo demais minha namorada e já estou ficando doido, nao quero mais ser pisado.
    jorgerosas.adv@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Existe algum grupo de apoio em Fortaleza Ceará? Preciso de ajuda. Aguardo resposta obg.

    ResponderExcluir